Avenida Paulista, 1048 18º andar - Bela Vista

Reconstrução Mamária com Expansor

RECONSTRUCAO MAMARIA COM EXPANSOR

A reconstrução mamária com expansor é um procedimento cirúrgico destinado a restaurar a mama após uma mastectomia ou outra cirurgia que tenha removido parcial ou totalmente a mama. O processo de reconstrução envolve várias etapas, desde a colocação inicial do expansor até a substituição por uma prótese permanente. Este método usa um dispositivo chamado expansor mamário, uma “bexiga” de silicone que é preenchida de forma seriada com solução fisiológica algumas semanas após a cirurgia, até alcançar o volume desejado. Esse expansor, colocado sob o músculo peitoral maior, serve para esticar a pele e o músculo, criando espaço adequado para um implante mamário permanente no futuro.

Etapas do procedimento:

  • Sessões de Expansão: A expansão é realizada em intervalos regulares durante consultas de acompanhamento, com o volume de solução salina ajustado individualmente para cada paciente, de acordo com o volume máximo do expansor. O expansor estica gradualmente a pele e o músculo ao longo das várias semanas, preparando a área para o implante definitivo.
  • Substituição do Expansor: Uma vez alcançado o estiramento desejado, o expansor é removido numa segunda cirurgia e substituído por um implante mamário de silicone permanente.

Contraindicações:

Algumas condições podem desaconselhar a reconstrução mamária com expansor, incluindo:

  • Condições médicas crônicas não controladas: como diabetes descompensado, hipertensão arterial não controlada, anemia e desnutrição podem aumentar o risco de complicações durante a cirurgia e a recuperação.
  • Infecções Ativas: Infecções ativas na área da cirurgia ou em outras partes do corpo podem ser uma contraindicação temporária, exigindo tratamento antes da reconstrução.
  • Fumantes Ativos: Fumar pode comprometer a cicatrização dos tecidos, aumentando o risco de complicações. É recomendado que os pacientes parem de fumar 6 a 8 semanas antes da cirurgia.
  • Expectativas Irrealistas: Pacientes com expectativas irrealistas sobre os resultados da cirurgia podem ser desencorajadas a prosseguir com o procedimento. É importante discutir abertamente com o cirurgião para alinhar expectativas.

Risco e considerações:

  • Dor e Desconforto: Após a cirurgia inicial e durante as sessões de preenchimento do expansor, é comum experimentar dor e desconforto. É importante fazer o uso de medicamentos para ajudar a controlar a dor.
  • Inchaço e Hematomas: Inchaço e equimoses na área cirúrgica são comuns. Esses sintomas geralmente diminuem com o tempo.
  • Alterações na Sensibilidade Mamária: Podem ocorrer alterações temporárias ou permanentes na sensibilidade da mama reconstruída, incluindo aumento, diminuição ou perda de sensibilidade.
  • Cicatrizes: Todas as cirurgias deixam cicatrizes. A extensão e a visibilidade das cicatrizes dependerão da técnica cirúrgica utilizada e da capacidade de cicatrização da paciente.
  • Infecção: Embora seja raro, a infecção é uma possível complicação. Os pacientes são instruídos a seguir cuidados rigorosos com as incisões para reduzir o risco de infecção. Frequentemente é necessário retirar o implante caso ocorra infecção.
  • Assimetria mamária: diferenças na forma e volume em relação a mama não operada.
  • Complicações com o Expansor:
    • Contratura capsular (formação de uma cápsula rígida ao redor do expansor). A contratura capsular é mais frequente e intensa em pacientes que irão realizar radioterapia adjuvante.
    • Vazamento de solução salina, e perda de volume expandido.
    • Deslocamento do dispositivo.

Conclusão:

A reconstrução mamária com expansor é uma opção para muitas mulheres que desejam restaurar a aparência da mama após uma mastectomia. Embora o processo possa ser longo e envolver múltiplas etapas e cirurgias, os avanços na técnica cirúrgica e nos materiais de implante oferecem bons resultados. É crucial discutir abertamente suas expectativas e preocupações durante a consulta para garantir o melhor resultado possível.

Lembre-se, a decisão de realizar a reconstrução mamária é pessoal e deve ser tomada após considerar cuidadosamente suas opções, expectativas.

É importante avaliar todas as técnicas disponíveis para cada paciente para que eles possam decidir melhor, na consulta, qual a melhor técnica e os riscos e benefícios de cada uma delas.

WhatsApp
chamar no WhatsApp
Comercial Dr. Thiago Calado www.drthiagocalado.com Online
Fale com a gente pelo WhatsApp
×